sábado, 24 de agosto de 2013

Encantamentos para cura

 Reuni nessa postagem diversos encantamentos coletados oralmente dos países gaélicos. Embora a grande maioria desses encantamentos contenham elementos cristãos (ou foram "cristianizados" como alguns dizem), o objetivo desse artigo é oferecer diretrizes para que você possa criar seus encantamentos baseados nesses modelos gaélicos já existentes e adaptá-los (ou "repaganizar" como alguns chamam). Note que alguns não dão para serem adaptados, enquanto outros, talvez nem seja necessário tanta mudança (como o encantamento que invoca as três filhas de Flidais). Vale a pena lembrar também, que os encantamentos aqui não devem substituir cuidados médicos - tome estes como uma forma "alternativa" de cura - E pesquise os ingredientes antes de você sair por ai ingerido qualquer bebida que foi colocada aqui - o autor não se responsabiliza. Como o artigo é um pouco
grande, boa leitura e bons estudos.

-
Fonte: "Witchcraft and Second Sight in the Highlands and Islands of Scotland: Tales and traditions collected entirely from Oral sources", de John Gregorson Campbell.

ENCANTAMENTO PARA ENTORSES
(Eòlas an t-sìochaidh)
 Este encantamento para ser eficaz também deve ser repetido três vezes. As variações da versão se encontram com as omissões de algumas linhas em algumas versões que são encontradas em outras:

"Um verdadeiro encantamento,
O encantamento que Collum-Kil aplicou
No joelho de um jovem homem
Na colina
Para o tormento, para o inchaço,
Para a ferida, para a lesão,
Para as partes, para as divisões,
Para a varicosa veia, para o osso deslocado;
Cristo saiu,
No início da manhã,
Ele encontrou as pernas de um cavalo,
Quebradas em partes;
Quando ele pousou no chão,
Ele curou a perna do cavalo;
Ele ligou medula à medula,
E osso à osso,
Ele colocou o sangue até o sangue,
E a carne até a carne,
Sumo até o sumo, e veia até veia,
Como ele curou aquilo,
Que ele possa curar isso,
Devido a Cristo junto de Seus Poderes.
Um terço hoje,
Dois terços amanhã,
E completamente depois de amanhã."

sábado, 10 de agosto de 2013

Os filhos de Tuireann

Fonte: Gods and Fighting Men, de Lady Gregory.

 
Livro I, Parte II
 
Os filhos de Tuireann
Lugh estava em Teamhair com o Rei da Irlanda, e lhe mostraram que os Fomor estavam desembarcando em Eas Dara. Quando soube disso, ele preparou o cavalo de Manannan, o Aonbharr, e foi até onde o rei Nuada estava, lhe dizendo como os Fomor tinham desembarcado em Eas Dara e saquearam a província de Bodb Dearg. "O que eu quero," ele disse, "é ajuda-lo a travar batalha contra eles." Nuada não estava disposto a vingar a destruição que foi feita para Bodb Dearg e nem para ele mesmo, e Lugh não ficou satisfeito com sua resposta, indo embora de Teamhair em direção ao oeste. Dentro de pouco tempo, ele viu três homens armados vindo em direção a ele: seu pai Cian com seus irmãos Cu e Ceithen os três filhos de Cainte e estes o saudaram. "Por que se levantou cedo?" eles disseram. "Tenho uma boa causa," disse Lugh, "pois os Fomor estão vindo para a Irlanda e saquearam Bodb Dearg. Em que vocês poderão me ajudar?" ele disse.