terça-feira, 21 de agosto de 2012

Algumas orações

Tirado do livro 'Carmina Gadelica, Volume III'. O que está entre colchetes, são possíveis adaptações, mas nada impede que você faça as suas próprias. Boa leitura.
-

[224] Oração

Graças a ti, Oh gentil Cristo, [Lugh]
Que me levantou livremente do negro,
E da escuridão da noite passada,
Para a agradável luz desse dia.

Louvores a ti, Oh Deus de todas as criaturas, [Lugh]
Conforme cada vida que tu derrama sobre mim,
Meu desejo, minha palavra, minha inteligência, minha honra,
Meu pensamento, meu ato, meu caminho, minha fama.

[271] A Bênção da Jornada

   O recitador, Dugall MacAulay, caseiro, Hacleit, Benbecula, disse que ele sempre recita essa pequena oração para ele mesmo, ‘fo m’anail’, ‘sob minha respiração’, quando ele vai em uma jornada, seja qual for a distância, seja qual for o assunto que ele vai tratar.

Abençoe para mim, Oh Deus, [Manannán]
A terra debaixo de meus pés,
Abençoe para mim, Oh Deus, [Manannán]
O caminho onde eu vou;
Abençoe para mim, Oh Deus, [Manannán]
O objeto de meu desejo,
Tu Sempre de Sempre,
Abençoe para mim meu sono.
Abençoe para mim a coisa
Onde está minha mente,
Abençoe para mim a coisa
Onde está meu amor,
Abençoe para mim a coisa
Onde está minha esperança,
Oh Tu, Rei dos Reis,
Abençoe para mim meus olhos!
[284] Bom Desejo

Teu seja o poder do rio,
Teu seja o poder do oceano,
O poder da vitória no campo.

Teu seja o poder do fogo,
Teu seja o poder do beithre, [Não encontrei a tradução para esta palavra]
O poder de uma forte rocha.

Teu seja o poder do elemento,
Teu seja o poder da tropa,
O poder do amor nas alturas.

[300] Paz

A paz das alegrias,
A paz das luzes,
A paz dos consolos.

(A estrofe a seguir é puramente cristã)
A paz das almas, [da Terra]
A paz dos céus, [do Mar]
A paz das virgens. [do Céu]

A paz das casas fadas
A paz da tranquilidade,
A paz da eternidade.

[302] Trovão

A voz do grande Deus, [Turenn/Dagda/Manannan]
E ninguém é grande, apenas Ele.

[309] Lua Nova

Estou levantando minhas mãos a ti,
Estou curvando minha cabeça a ti,
Estou lhe dando meu amor,
Tu, gloriosa joia de todas as eras.
Estou levantando meu olho a ti,
Estou curvando minha cabeça a ti,
Estou lhe oferecendo meu amor,
Tu, lua nova de todas as eras.

[317] O Sol
   De John MacNeill, caseiro, Buaile nam Bodach, Barra.

Viva a ti, tu Sol das estações,
Conforme tu atravessas o céu acima,
Teus passos são fortes na asa dos céus,
Tu que és a gloriosa mãe das estrelas.

(Note que nessa estrofe, o Sol é tratado como uma entidade feminina)
Tu deita no destrutivo oceano,
Sem enfraquecimento e sem medo,
Tu nasce na pacífica crista da onda,
Como uma majestosa donzela em plena beleza.

[324] Apagando a Lareira

('Smooring' ou 'Apagar' a Lareira, é uma prática comum entre os Gaélicos. Se você não tem uma, uma vela pode ser a substituta ou qualquer outro fogo que você tenha em seu altar.) 
Apagarei a lareira,
Como Brigit, a Mãe adotiva, apagaria. [Filha do Dagda]
Que o nome sagrado da Mãe adotiva, [Filha do Dagda]
Esteja na lareira, esteja no rebanho,
Esteja em toda a casa.


[338] A Oração do Descanso
Abençoe tu, oh Deus, a moradia, [Dagda]
E cada pessoa que descansa aqui essa noite,
Abençoe tu, oh Deus, meus queridos, [Dagda]
No lugar onde eles descansam.

A noite que é essa noite,
E cada única noite.
O dia que é esse dia,
E cada único dia.

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Caillagh-Ny-Faashagh, ou o Feiticeiro Profeta

Extraído do livro Manx Fairy Tales, de Sophia Morrison, página 176 

Nos velhos dias quando existiam feiticeiros e bruxas na Ilha de Mann, o maior de todos os Feiticeiros era Caillagh-Ny-Faashagh. Ele não vivia sobre o solo, mas sim em uma pedreira, em um buraco debaixo da rocha em uma montanha solitária, e é por isso que o povo o chamava de Feiticeiro Profeta dos Lugares Selvagens. Na escuridão, ele vagueia sobre as montanhas, e as pessoas que caminham por lá, ao amanhecer, conseguem escutá-lo gritando “Hoa, hoa, hoa!” como o rugido de uma cabra, em uma voz tão terrível e forte que a terra, e todos que escutam, treme com medo. Ele pode se transformar em qualquer coisa que ele quiser; às vezes ele se transforma em uma cabra com grandes olhos de fogo, e outras vezes, em um homem muito, muito alto.

Uma vez, quando ele era uma cabra, ele seguiu um homem que estava caminhando pela estrada da montanha, e, naquela época, ele tinha olhos tão grandes quanto dois pratos. O homem segurava uma lanterna, e quando ele mudou a lanterna de uma mão para outra, a cabra seguiu a luz. O homem ficou aterrorizado e começou a correr. Assim que ele deixou a estrada da montanha, a besta rugiu atrás dele.

“Hoa, hoa, hoa!”

Em uma outra vez, na forma de um homem bem alto, tão alto quanto dois homens juntos, ele seguiu uma mulher que atravessava a montanha em Garey Mooar, e ele tinha olhos grandes e brilhantes, tão grandes quanto dois pratos em sua cabeça. A mulher correu com tudo o que pôde, pela vida ou pela morte, e ele correu seguindo-a: “Hoa, hoa, hoa!”, mas quando ela saiu da montanha, ele não estava mais atrás dela.

Ele era um grande adivinho, porém, não contava o que aconteceria a menos que a pessoa o perguntasse. Parece que ele viveu por centenas de anos, pois ele previu a batalha que seria travada em 98. Essa foi a Batalha de Santwat, em Sand Ford, entre o norte e o sul de Mann. Ele disse:

“O rio Neb ficará vermelho do Vale Crew até o mar,

E as gaivotas saborearão a plenitude de sangue de Manninee.”

Tudo isso se tornou verdade. Os homens do norte viajaram para Peel e correram com seus barcos de fundo chato até o Vau de Glenfaba, onde os homens do sul os impediram de desembarcar. Eles lutaram no rio do Vale Crew onde aconteceu uma grande matança, e os corpos dos mortos obstruíram o rio e transformou o pequeno vale em um lago. As águas do Neb ficaram vermelhas com o sangue manês, quando eles correram para a Baía Peel. As mulheres do sul seguiram os homens e observavam a batalha de uma pequena distância, mas quando elas viram que o povo do norte estavam vencendo, elas correram, e no calor da batalha, com pedras e ferramentas, ganharam a batalha. Uma lei foi feita nesse dia, que diz que as viúvas do sul da ilha devem ganhar metade do patrimônio de seu marido, enquanto as mulheres do norte, que ficaram em casa, só ganhariam um terço.

O Feiticeiro Profeta previu, também, a descoberta das minas de chumbo de Foxdale. Um homem foi até ele e perguntou:

“Como eu ficarei rico, oh Caillagh-ny-Faashag?’

E o Feiticeiro respondeu:

“Há um aterro em Ballafesson digno de toda Balladoole.

Mas as riquezas da Ilha de Mann ficam abaixo, Barrule.”

Ele também deu essa profecia para o velho Juan, o tecelão, que perguntou para ele:

“Na base de Barrule haverá uma cidade mercado,

Mullin-y-Cleigh com sangue por vinte e quatro horas irá correr.”

Hoje em dia, o vilarejo de Foxdale fica na base de Barrule, e dizem que nos velhos tempos, uma grande batalha entre os irlandeses e os manêses era travada no rio acima de Mullin-y-Cleigh, o Moinho pela Cobertura.

Para um homem de Peel, ele previu:

“Haverá uma batalha entre os irlandeses e os manêses em Creg Malin.” E o velho pescador disse que essa batalha já tinha sido travada há duzentos anos atrás. “Foi em um Domingo quando os irlandeses vieram para a baía, e eles não encontraram um lugar na praia para seus barcos, então, foram até os barcos de Mann e pensaram que lá era o local para colocar os barcos deles. Mas logo depois eles encontraram os donos dos barcos. Os manêses vieram e houve uma grande batalha! E a batalha não durou só aquele dia, eles lutaram até Douglas, e terminaram por fim, em Derby Haven,” e assim o velho pescador disse.

Havia uma velha senhora que tinha um cressad (vaso para fundir metais), e ela ia de casa em casa fazendo colheres de chumbo. Ela era um pouco estranha: ela não faria um molde em um dia ensolarado, nem em um dia nublado, nem em um dia úmido e nem em um dia de ventania, ela tinha um dia adequado para isso. Ela encontrou o Caillagh quando ele estava na forma de uma cabra, e ela pediu-lhe para prever quando seria o fim do mundo. Ele disse que antes do fim:

“As Montanhas de Mann seriam cortadas com estradas, e cavalos de ferro galopariam sobre elas, e isso seria no topo de Snaefell.”

Tudo isso se tornou verdade: trens cortam a ilha, e haveria um no topo de nossas montanhas mais alta. Ele disse também:

“A Ilha de Mann e a Escócia ficarão tão próximas que duas mulheres, uma em Mann e a outra na Escócia, serão capazes de torcer um cobertor entre elas.” Mas isso ainda não se tornou realidade, apesar de a arenosa Point de Ayre está ficando cada vez mais perto de Mull de Galloway.

E outra de suas profecias ainda não se tornou realidade:

“Os Governadores de Mann serão obrigados à fugir.”
Mas tudo isso acontecerá antes do fim.

-

Bênçãos do Feitiçeiro            

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Várias Curas e Superstições


Há um livro, um pequeno livro, e a casa que tivesse este livro nunca queimaria; o navio que tivesse este livro nunca afundaria; a mulher que tivesse o livro em suas mãos ficaria salva em parto. Mas ninguém, exceto um homem fada, sabe o nome do livro, e ele não revelaria isso nem por amor nem por dinheiro; apenas em seu leito de morte ele contará o segredo do nome para a pessoa que ele selecionar.

Os adeptos e os doutores fadas mantêm seus mistérios em segredo, e não é fácil descobrir a palavra de um encanto, pois o operador perde seus poderes se as palavras forem ditas sem preliminares adequadas, ou se for dita por uma pessoa profana sem fé, pois o operador não deve proferir o mistério perto de alguém que zombaria, ou não daria importância; por isso, ele seria punido.

Alguns anos atrás, vivia em Mayo um velho homem que tinha um grande conhecimento de encantos e de certos filtros do amor que nenhuma mulher resistia. Mas antes de sua morte, ele guardou os encantos escritos em uma forte caixa de ferro, com instruções que ninguém ousaria abrir a caixa, exceto o mais velho filho de um mais velho filho da linhagem dele.

Alguns pessoas fingiram que eles leram os encantos; e um deles tem o estranho poder de fazer qualquer um na casa começar a dançar, e eles nunca parariam de dançar até outro feitiço ser dito sobre eles.

O guardião da caixa de ferro é apenas aquele que conhece a magia secreta do feitiço, e ele exigi um bom preço para proferir a magia, e assim, revela ou destrói a bruxaria da dança.
A erva-moura
O suco destilado da mortal erva-moura, e dado em uma bebida, fará a pessoa que beber acreditar em tudo o que você disser à ela.

Um ramo de hortelã amarrado ao redor da cintura é um remédio para desordens do estômago.

A cama de uma pessoa doente deve ser colocada no norte e sul, nunca cruzado.

Urtigas colhidas em um cemitério e cozidas para uma bebida tem o poder de curar hidropsia.

O toque da mão de um sétimo filho cura a mordida de um cachorro louco. Isso é também uma superstição italiana.

A mão de um homem morto é um poderoso encantamento, mas é principalmente usado por mulheres. As mais eminentes mulheres fadas sempre coletam as ervas místicas para encantos e curas à luz de uma vela segurada pela mão de um morto à meia noite ou na lua cheia.

Um Changeling
Quando uma mulher fica doente em seu parto, destranque instantaneamente cada máquina e gaveta na casa, mas quando a criança nascer, tranque-as de novo, pois se você não tiver cuidado, as fadas entrarão e irão se esconder nas gavetas, para se prepararem para roubar o pequeno bebê quando tiverem a oportunidade, e colocar um changeling feio e encarquilhado no berço diante da pobre mãe. Por tanto, cada chave deve ser girada, cada fechadura deve ser feita, e se as fadas estiverem escondidas lá, deixe-as ficar lá até todo o perigo passar para o bebê tomando as devidas precauções, tais como colocar um carvão em brasa debaixo do berço, e um ramo de sorveira amarrado sobre o berço, ou um ramo de amieiro, de acordo com o sexo da criança, pois ambas as árvores de propriedades místicas, provavelmente devido à antiga superstição que o primeiro homem foi criado à partir do amieiro e a primeira mulher da sorveira.

As fadas, no entanto, ás vezes tem sucesso no roubo de bebês, e a mãe encontra na manhã seguinte uma pobre fada fraca no berço no lugar de sua esplêndida criança. Mas às vezes, acontece do bebê mortal crescer feio e as fadas mandarem-no de volta, pois elas amam a beleza acima de tudo; e os chefes fadas desejam grandemente uma linda esposa mortal, assim, se uma bela menina não fosse protegida, eles a levariam. Os filhos de tais uniões crescem bonitos e inteligentes, mas também são selvagens, imprudentes e extravagantes. Eles foram conhecidos um dia pela beleza de seus olhos e cabelo, e eles tem uma fascinação mágica que ninguém poderia resistir, e também, um dom fada de música e dança.

Se uma pessoa é mordida por um cachorro, o cachorro deve ser morto, seja ele louco ou não, pois o cão pode ficar louco; então, assim também deve ser feito se a pessoa tocar na saliva do animal.

Se, por acidente, você encontrar um dente de cavalo, leve-o com você enquanto você viver, e você nunca irá querer dinheiro; mas, o dente deve ser encontrado por acaso.

Quando uma família for morta por febre, a casa onde eles morreram só poderá ser habitada novamente em segurança, se um certo número de ovelhas forem conduzidas para lá, e dormirem lá por três noites.

Um anel de ferro usado no quarto dedo é considerado eficaz contra reumatismo, de acordo com os camponeses irlandeses dos velhos tempos.

A paralisia é curada pelo Toque, mas muitas formas e encantamentos místicos são usados durante o processo; e apenas certas pessoas tem o poder nas mãos que pode fazer uma cura pela magia do Toque.

A semente de docas [NT: ?] amarradas no braço esquerdo de uma mulher prevenirá que ela fique estéril.

Uma colher de aqua vitae adoçado com açúcar, e uma pequena porção de pão ralado, isso não perturbará cérebro ou fígado, pois o livrará de letargia e apoplexia e todas as doenças frias.

O suco de cenouras cozidas é admirável para purificar o sangue.

Cortes de cabelo e unhas de uma criança amarrada em um pano de linho e colocado debaixo do berço curará convulsões.

O Tober Maire (Poço de Maria), perto de Dundalk, tem uma grande reputação para curas. Milhares de pessoas costumam visita-lo no Dia da Senhora, para curar os olhos e a fraqueza do coração. Nove vezes eles devem rodar o poço de joelhos, sempre no sentido oeste. Então, bebem um copo de água, e eles não serão apenas curados de seus males, e sim estarão livres do pecado como os anjos no céu.

Dedaleira - flor intimamente associada
 às fadas
Quando as crianças estão definhando, acredita-se que elas foram atingidas por um Golpe Fada; e o suco de doze folhas de dedaleira podem ser dadas, assim como nos casos de febre.

Há um poço perto do Boyne onde o Rei James lavou sua espada depois da batalha, e desde então, a água tem o poder para curar o mal dos reis.

Quando um sétimo filho nasce, se uma minhoca da terra for colocada na mão dele e ser deixada lá até a minhoca morrer, a criança terá poder para afastar todas as doenças.

As antigas pontas de flechas, chamadas de pedras de fada pelo povo, são usadas como encantos para proteger o gado.

Não é seguro segurar uma criança não-batizada em seus braços sem fazer o sinal da cruz sobre ela.

É azar dar um carvão da casa antes da criança ser batizada. E um pedaço de ferro deve ser costurado nas roupas do bebê, e deixado lá até o batismo.

Pegue um pedaço de bolo de casamento e passe ele três vezes por um anel de casamento, então, durma em cima dele e você verá em um sonho a face do seu futuro esposo.

É azar aceitar de um amor um pedaço de cabelo ou um animal de quatro patas.

O povo devia se lembrar que as cascas de ovo são retiros favoritos das fadas, então, o comedor deve sempre quebrar a casca depois de usá-la, para prevenir que o espírito da fada não habite lá.

Finvarra, o rei das fadas do oeste, tem relações bem amigáveis com a maioria das melhores famílias de Galway, especialmente com os Kirwans do Castle Racket, pois Finvarra é um cavalheiro, cada centímetro dele, e os Kirwans sempre deixam barris de vinho para ele à noite, o melhor vinho Espanhol. E em troca, dizem, os barris de vinho no Castle Racket nunca estão vazios, embora o vinho flua livremente por todo o canto.

Se uma minhoca viva é colocada na mão de uma criança antes dela ser batizada e deixada lá até a minhoca morrer, a criança terá poder de curar todas as doenças que as crianças estão sujeitas.

Depois de ser curado de uma doença, faça um juramento para nunca pentear seu cabelo em uma Sexta feira, para que a memória da graça recebida permaneça nesse símbolo até a sua morte. Ou também, sempre que você ver a lua nova ajoelhe-se e diga uma Ave Maria e Pai Nosso; isso também é para a memória da graça feita.

Pessoas que nascem pela manhã não podem ver espíritos ou o mundo fada; mas aqueles que nascem à noite tem o poder sobre os fantasmas e podem ver os espíritos dos mortos.

Crianças não batizadas são facilmente levadas pelas fadas. A melhor prevenção é colocar um pouco de sal na roupa das crianças quando ela for colocada no berço.

Se você for perseguido à noite por um espírito maligno, ou o fantasma de um morto, e você escutar passos atrás de você, tente ir até um rio de água corrente, pois se você atravessá-lo, nenhum demônio ou fantasma será capaz de te seguir.

Se uma cadeira cai quando uma pessoa se levanta, é um mau presságio.

Um trevo de quatro folhas!
O afortunado dono do trevo de quatro folhas terá sorte em jogos de azar, sorte em corridas, e bruxaria não tem poder sobre ele. Mas ele sempre deve carregar o trevo consigo, e nunca dar o trevo e nem mesmo mostrar para outra pessoa.

Uma bolsa feito de pele de doninha nunca irá querer dinheiro; mas a bolsa precisa ser encontrada, não dada ou feita.

Se um homem está arando, ninguém deve cruzar o caminho dos cavalos.

É azar roubar um arado, ou pegar qualquer coisa da forja de um ferreiro.

Quando bocejar, faça o sinal da cruz instantaneamente sobre a boca, ou o espírito maligno irá descer pela sua garganta e morará em você.

Nunca dê água antes do café da manhã, nem leite enquanto a fabricação de manteiga está acontecendo.

Uma mulher casada não deve nunca andar sobre tumbas, ou seu filho terá um pé torto. Se por acidente ela pisar em uma tumba, ela deve instantaneamente ajoelhar-se, dizer uma oração, e fazer o sinal da cruz na sola de seu sapato três vezes.

Nunca pegue em seu colo uma criança doente e nem olhe para ela sem dizer, ‘Deus a abençoe’. Isso manterá a influência fatal do Olho Maligno.

Se uma noiva conduzir um barco no dia de seu casamento, os ventos e as ondas não tem poder sobre o barco, mesmo se a tempestade for muito feroz ou o fluxo seja muito rápido.

Não apague uma luz enquanto as pessoas estiverem jantando, se não, haverá menos um na mesa antes do ano terminar.

Nunca dê sal ou fogo enquanto fabrica manteiga. Derrubar sal é extremamente azar e um mau presságio; para reverter o mal, pegue o sal do chão e jogue-o sobre seu ombro direito no fogo, com a mão esquerda.

Se você quer que uma pessoa ganhe nas cartas, enfie um pino torto em seu casaco.

O sétimo filho tem poder sobre todas as doenças, e pode curá-las colocando as mãos sobre; e um filho nascido depois da morte de seu pai tem poder sobre febres.

Há uma hora em cada dia em que qualquer pedido que você fizer será garantido, mas ninguém sabe que hora é essa. Tem uma chance de se chegar nela. Há também uma hora no dia quando os videntes podem ver espíritos – mas apenas uma – e outra hora não tem esse poder, ainda que eles nunca sabem da hora, a chegada é um mistério.

Em algumas partes da Irlanda o povo diz que, quando você ver a lua nova, ajoelhe-se e dirija-se à ela em voz alta com a oração: ‘O lua, deixe-nos bem conforme tu nos encontraram!’

É azar encontrar-se com um gato, um cão, ou uma mulher, quando você está saindo pela manhã; mas é azar acima de tudo você encontrar uma mulher ruiva na manhã, pois a presença dela traz azar e um certo mal.

É azar passar debaixo de uma corda de cânhamo; a pessoa que fizer isso morrerá uma morte violenta, ou é destinado a cometer um terrível ato em sua vida.

Quando cortar seu cabelo, não deve atirar o cabelo onde os pássaros podem encontrar; pois se eles encontrarem seu cabelo e construir ninhos com ele, você terá dores de cabeça o ano inteiro.

A causa de um pé torto é essa – A mãe passar em uma cruz no cemitério antes de sua criança nascer – aí o mal vem.

Para curar a febre, coloque o paciente em uma praia quando a maré está vindo, e quando as ondas recuarem, elas levarão embora a febre.

Para fazer sua pele ficar bonita, lave a face com o orvalho na manhã de Maio, no nascer do sol.

Se a palma da mão coçar, você terá dinheiro; se o cotovelo coçar, você mudará de cama; se a orelha coçar e ficar vermelha e quente, alguém está falando mal de você.

Se três gostas de água forem dadas à um bebe antes de ser batizado, ele responderá as três primeiras perguntas feitas à ele.
Pilriteiro ou Espinheiro
Para saber o nome da pessoa que você irá se casar, ponha um caracol em um prato de farinha – cubra o prato e deixe a noite toda; na manhã, a letra inicial do nome será traçado na farinha pelo caracol.

Se você quiser que uma pessoa doente se recupere, pegue nove pedras lisas de água corrente e arremesse-as sobre seu ombro direito, e então as coloque em um fogo relvado para permanecer intocáveis por uma noite. Se a doença terminará fatalmente, na manhã seguinte as pedras emitirão um claro som de um sino quando forem batidas.

Uma vara de pilriteiro é um companheiro azarento para uma viagem; mas uma vara de aveleira traz boa sorte e tem o poder sobre o mal.

Uma galinha que canta é muito azar e deve ser morta; frequentemente galinhas são apedrejadas, pois acredita-se que ela está enfeitiçada pelas fadas.

É certo que se na manhã do Natal, você se ajoelhar em adoração à Cristo, e se uma pessoa fazer a cruz nas costas de um animal em um momento particular, o desejo do seu coração será garantido, não importa o que seja.

Quando tomar posse de sua casa, traga um presente, mesmo que seja insignificante, mas nada deve ser levado para fora, e uma oração deve ser dita em cada canto de seu quarto, e um pedaço de sua roupa deve ser depositado lá na mesma hora.                

Alguns encantamentos

Extraído do livro Ancient Legends, Mystic Charms and Supersticions of Ireland, de Lady Wilde.

Para o Dardo Fada

Dardos fadas são geralmente destinados aos dedos, fazendo com que as articulações inchem e fiquem vermelhas e inflamadas. Uma célebre mulher fada fez a cura de dardos fadas a sua especialidade, e ela procurada por todos no país, geralmente com sucesso. Mas ela não tinha poder a menos que você pedisse para fazer a cura, e ela não pedia recompensa nessa época; não até o paciente ser curado, e o dardo extraído. O tratamento incluía muitas orações e unção com uma pomada, de que somente ela sabia o segredo. Depois, ela extraía o dardo com grande solenidade, trabalhando com um pequeno instrumento, que ela usava para finalmente extrair o dardo. Isso provou ser um pequeno pedaço de linho colocado debaixo da pele por fadas maliciosas, causando todo o mal, e é claro, ao ver o linho, ninguém duvidaria do poder do operado, e o paciente agradecido pagaria então sua dívida. 

Para Encontrar Bens Roubados

Coloque duas chaves em uma peneira, na forma de uma cruz. Dois homens seguram a peneira enquanto um terceiro faz o sinal da cruz na testa do partidário suspeito, e chama seu nome alto, três vezes. Se ele for inocente, as chaves permanecerão imóveis, mas se as chaves girarem na peneira, então não há dúvidas de quem é o ladrão.

Uma Oração Contra Pragas

“Oh Estrela do Céu, amada do Senhor, expulse a desagradável constelação que tem matado o povo com a dor de uma medonha morte. Oh Estrela do Mar, salve-nos da respiração venenosa que mata, do inimigo que mata à noite. Amém.”

Uma Bênção

“Oh mulher velha dos cachos cinzas, que oitocentas bênçãos doze vezes estejam sobre ti! Que tu possa estar livre da desolação, oh mulher do corpo velho! E que muitas lágrimas caiam em tua tumba.”

Uma Cura para o Gado

Pegue dez folhas de estrepe masculino, colhidas em uma noite de Domingo; triture-as em uma pedra que nunca foi movida desde o início do mundo e que nunca será movida. Misture com sal e saliva, e aplique a pasta na orelha do animal doente. Repita três vezes para um homem, e duas vezes para um animal.

Um Encanto para Proteção

Colha dez folhas de milefólio, guarde nove, e jogue a décima folha para os espíritos. Coloque as nove folhas em cavalo, debaixo do calcanhar da pata direita, quando for para uma jornada, e o Olho Malvado não terá poder sobre você.  

Um Elixir de Potência
(De um manuscrito de 1770)

Duas oz de cochonilha, um oz de raiz de genciana, duas dracmas de açafrão, duas dracmas de ageratina, duas dracmas de sal de absinto, e as cascas de dez laranjas. Tudo deve ser misturado em um litro de brandy e deixado lá para uso.

Para a Mordida de um Cachorro Louco

Seis oz de arruda, quatro oz de alho, duas oz de melaço de Veneza e duas oz de limalha de chumbo. Ferva por duas horas em um recipiente fechado, em dois litros de ale. Dê uma colher em jejum cada manhã até a cura ser feita. O licor deve ser coado antes do uso.
-
Bênçãos do Grande Feitiçeiro, o Dagda

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Lùnastal


Lùnastal

Fonte: Site “Tairis: Lùnastal”, por Annie Loughlinn. Disponível em: <http://www.tairis.co.uk/festivals/lunastal/>.

                Graças ao trabalho de Maire MacNeill, Lùnastal é provavelmente um dos Dias Trimestrais mais bem documentados do calendário gaélico. Sua obra Festival of Lughnasa (“O Festival de Lughnasa”) é, por excelência, uma referência a qualquer um aspirante à reconstrucionista, folclorista ou celticista (apesar dela ter principalmente uma perspectiva irlandesa), porém, existem muitas outras fontes para tirarmos informações, e, esperançosamente, essa página juntará alguns dos pontos mais notáveis. Não é preciso dizer que, dada à riqueza de informações dada apenas pelo trabalho de MacNeill, essa página nunca será tão completa como seu livro, e como qualquer outra coisa, vale a pena você fazer sua própria pesquisa.