terça-feira, 28 de março de 2017

Os métricos Dindshenchas: Eo Rossa, Eo Mugna, etc.

Poema 24
Eo Rossa, Eo Mugna, etc.

1. Como caiu o Ramo de Da Thí?
Ele abrigava a força de muitos mercenários gentis:
Um freixo, a árvore das tropas ligeiras,
Sua copa não suportava uma produção permanente.

2. O Freixo em Tortu – tomem nota disso!
O Freixo da populosa Usnech.
Seus galhos caíram – isto não está errado –
Na época dos filhos de Aed Slane.


3. O Carvalho de Mugna foi um alegre tesouro;
Novecentos alqueires era sua generosa produção:
O belo carvalho caiu,
Em Mag Ailbe dos combates cruéis.

4. O Tronco de Ross, um gracioso teixo,
Com abundância de madeira larga,
A árvore sem cavidade ou imperfeição,
O imponente Tronco, como ele caiu?  

Fonte: GWYNN, Edward J. The Metrical Dindshenchas: vol. 3. Disponível em: < http://www.ucc.ie/celt/published/T106500C/text024.html>. Acesso em: 14 de fevereiro de 2017.

Para ter a versão em .pdf, clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário