sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

A origem do lago Awe

Fonte: BARBOUR, Unique Traditions Chiefly of the West and South of Scotland. 1886, p188. Disponível em: <https://heelancoo.wordpress.com/2012/02/21/233/>. Acesso em: 20 de janeiro de 2017.

“Bera, a idosa, morava em uma caverna de rocha. Ela era a filha de Griannan, a sábia. Longa era a linhagem de seus pais e ela foi a última de sua raça. Grandes e férteis eram suas posses. Dela eram os belos vales abaixo e o gado que vagava pelas colinas de todos os lados. À Bera foi dedicado o fardo daquela horrível fonte, que pela designação do destino se provou ser muito fatal para a herança de seus pais e de sua raça. Antes do sol retirar seus raios, ela deveria cobrir a fonte com uma pedra, na qual símbolos sagrados e misteriosos foram gravados. A infeliz Bera esqueceu-se disso em uma noite. Vencida pelo calor e pela caçada do dia, o sono apoderou-se dela antes de sua hora de descanso usual. As águas confinadas da montanha irromperam na planície abaixo e cobriu a grande expansão que agora é conhecida como o lago de Awe. Bera acordou de seu sono na terceira manhã. Ela foi remover a pedra da fonte, mas veja! Não havia pedra lá. Ela olhou para o patrimônio de sua tribo! Ela gritou. A base da montanha sacudiu-se e seu espírito se retirou para os fantasmas de seus pais em seus luminosos e aéreos salões.”  

O Lago Awe, localizado em Argyll e Bute, é o terceiro maior lago da Escócia.
A imagem não faz parte do texto original. Fonte: Site "Britain Express".

Nenhum comentário:

Postar um comentário