quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Os métricos Dindshenchas: Temair II



Poema/história 2
Temair II

1. Temair, livre da fraqueza, não esconde
A glória devido à mulher que a construiu;
A filha de Lugaid obteve em sua posse
Uma planície aberta que seria uma pena pilhar.


2. A esposa de Gede implorou por um dote
De seu marido, conforme escutei,
A fortaleza de tons claros, imponente subida;
Forte foi o jogo para túmulos.

3. A casa foi uma torre¹, foi uma fortaleza,
Foi um orgulho, um baluarte livre da devastação,
Sobre a qual estaria o túmulo de Tea após sua morte,
Para que isso devesse ser um aumento de sua fama.

4. O humilde Erimon teve
Uma esposa bem no meio da prisão;
Ela obteve dele todos os seus desejos impacientes;
Ele garantiu tudo o que ela falou.

5. Brega Tea, um lugar abarrotado,
É famoso, pois Tea era uma nobre dama;
O monte funerário sob o qual está a maior das classes,
O cemitério que não foi saqueado.

6. A filha do Faraó, com conto de guerreiros,
A brilhante Tephi, que costumava cruzar a encosta da colina,
Construiu uma fortaleza (forte era a trabalhadora!)
Com sua vara e com seu broche ela a traçou.

7. Ela deu um nome para sua nobre Fortaleza,
A graciosa e adorável esposa do rei:
O Baluarte de Tephi, que afrontaria um exército,
Por isso ela executava sem medo qualquer façanha.

8. Não escondido está o lugar sagrado que não deve ser falado,
O Baluarte de Tephi está no leste, conforme escutei;
Dessa forma, naquele lugar sem tradição indigna
Muitas rainhas construíram seus sepulcros.

9. O comprimento e a largura da Casa de Tephi
Não ignorantemente é a medida aprendida –
Sessenta pés inteiros;
Adivinhos e druidas viram isso.

10. Eu ouvi falar, na Espanha de muitos cantos,
De uma donzela nobre e indolente, heroica em combate,
Prole de Bachtir, filho de Buirech;
Camson, o gentil campeão, casou-se com ela.

11. Tephi era seu nome, a partir de cada guerreiro;
Má sorte para ele que desgastar seu sepultamento!
Um rath² de sessenta pés, a medida inteira,
Foi construído por eles para o esconderijo dela.

12. O rei de Bregon, livre da tristeza, não se casou com ela,
Apesar de ter tido uma luta entre ele e Camson,
Para que o empréstimo dela retornasseA
Fosse para o melhor ou para o pior, ou se ela estivesse morta.

13. O protetor de Camson, não escondido,
Etherún (ele foi passageiro),
E a tropa de olhos cinza pastoreando
Foram enviados por ele como uma garantia para a restituição da poderosa Tephi.

14. A triste morte de Tephi que veio para o norte,
Foi uma façanha não escondida por um momento;
Camson lançou um navio sem pagamento
Com ela sobre a superfície do frio e traiçoeiro mar.

15. O chefe da Grã-Bretanha os enviou a partir da praia,
(por Etherun ser puro)
Com o corpo sem vida para fazer sua honra no baluarte
Ao sul, na qual se estabeleceu o nome Tephirún.

16. Foi após essa semelhança, nesse lugar
Foi feito corajosamente a primeira estrutura
De Temair, que não tem competição ou partida
Pela beleza e pela alegria.

17. ‘Temair’ é o nome de cada lugar sublime e notável
Onde estão habitações e fortes torres3;
‘Temair’ é o nome de cada colina pontiaguda e pontuda
Exceto Emain vista de longe.

18. Temair da cantarata, e da casa,
Sem pressa, sem o frenesi de guerreiros,
Foi a mãe da riqueza de cada tribo
Até um crime tolo a destruir.

19. Foi um escudo de senhores e chefes
Foi um lar de heróis, valentes na briga,
Temair livre da fraqueza e da fadiga
Não esconde sua glória das mulheres.  
                                                      
Notas originais

A. Literalmente, que houvesse a indenização dela pelo seu empréstimo.

Fonte: GWYNN, Edward J. The Metrical Dindshenchas: vol. 1. Disponível em: < http://www.ucc.ie/celt/published/T106500A/index.html>. A versão em Gaoidhealg (Irlandês médio) está disponível em: <http://www.ucc.ie/celt/published/G106500A/index.html>.

Notas de tradução

1. Torre. O termo original em inglês é keep, o que na verdade é a torre central ou a mais forte de um castelo, para onde seus moradores se escondiam quando houvesse uma invasão.

2. Rath. Um montículo de terra remanescente de habitações circulares na Irlanda.

3. Torres. Ver nota 1.

Para ter a versão em .pdf, clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário