quinta-feira, 19 de junho de 2014

O Verão chegou



O Verão chegou

"O verão chegou, saudável e livre,
Pelo bosque marrom ser inclinado;
O esguio e ágil veado salta,
E o caminho das focas é suave.

O cuco canta uma doce música,
Por isso o repousante sono é suave;
Gentis pássaros saltam na colina,
E rápidos veados cinza.

O calor se apoderou do resto dos veados - 
O adorável grito dos encaracolados bandos!
A extensão branca da costa sorri,
Lá está o ágil mar.

Um som de lúdicas brisas nos picos
De um negro bosque de carvalhos é Drum Daill,
O nobre bando sem chifres corre,
A quem o bosque de Cuan é um abrigo.

O verde aparece em todas as ervas,
O pico do verde bosque de carvalho é espesso,
O verão chegou, o inverno se foi,
Azevinhos enrolados ferem o cão.

O melro canta uma música barulhenta,
Para ele, o bosque vivo é um patrimônio,
O triste mar zangado adormeceu,
O malhado salmão salta.

O sol sorri sobre toda a terra, - 
Uma despedida para mim da ninhada de cuidados:
O cão late, os veados acasalam,
Os corvos se agitam, o verão chegou!

Fonte: MEYER, Kuno. Selections from Ancient Irish Poetry. Londres, 1911. Disponível em: <https://archive.org/stream/selectionsfroman00meyeuoft#page/n7/mode/2up> 

Um comentário:

  1. Lindo aqui, tudo! Continue com esse maravilhoso trabalho, pois aqui aprendo o que preciso para a minha vida espiritual. Muito obrigada por compartilhar sua sabedoria e o que aprende. Que os deuses e deusas te protejam. Paz e Luz.

    ResponderExcluir