segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

An Gealach Úr - Um rito de Lua Nova



Artigo do site Gaol Naofa, autor Tomás Flannabhra, traduzido com a permissão do mesmo. Todos os direitos reservados.  


Copyright © 2007-2014 An Chuallacht Ghaol Naofa. All Rights Reserved.


 Na lua nova de cada mês, os membros da Gaol Naofa se juntam em espírito para honrar os deuses e os espíritos, e para celebrar nosso patrimônio ancestral, por esse meio, adotando a solidariedade e as bênçãos dos dé ocus andé.

 Embora modernamente a lua nova se refira ao período escuro quando a lua não é mais visível à olho nu, dentro do Carmina Gadelica, ela se refere ao significado mais antigo dessa fase. Esta é quando a primeira crescente visível aparece sobre o horizonte ocidental por um breve momento antes do pôr do sol e da lua. Como este é um momento influenciado pela localização geográfica do observador, nós agora deixamos aproximadamente uma semana em aberto e sugerimos que você realize o seu rito Gealach Úr da Gaol Naofa (ou o seu próprio rito assim como o nosso é apenas um exemplo) quando a lua nova estiver visível em sua localização. 

 

 Para mais informações sobre a lua na tradição gaélica, por favor, visite essa página.

Esboço do rito de Lua Nova (Sugestão)

 O que será necessário: quatro velas¹ (três para representar os deuses, ancestrais e os espíritos, e uma representando o fogo central ou o da “lareira”), oferendas², um recipiente para beber e um recipiente para segurar as oferendas.

I. Hino para a Lua (Carmina Gadelica 303-314)
 Abra o rito com honra para a lua nova com um hino/canção/poema, seja do Carmina Gadelica ou um feito por você mesmo.

II. Acenda o Fogo
 Acenda uma vela ou uma lamparina (ou uma lareira de verdade, se você tiver) com orações para Brighid e/ou para os espíritos domésticos.

III. Saudando as Famílias
 Receba os deuses, ancestrais e espíritos acendendo uma vela para cada uma, acompanhado por oferendas de sua escolha. Esta também é a hora apropriada para você receber qualquer deidades patronas ou espíritos para se juntar a você.

IV. As oferendas principais (ou Sacrifício)
 Dê suas oferendas principais/sacrifício aos Três.

V. Orações pessoais
 Faça as orações ou bênçãos para sua família, amigos ou para si mesmo.

VI. Orações para a Gaol Naofa
 Faça orações para o bem estar geral da Gaol Naofa e seus membros.

VII. Brinde
 Encha o recipiente para bebida com uma bebida de sua escolha e levante-a em um brinde aos Três, derrame um pouco no chão, e beba.

Roteiro do rito

 Este roteiro está aqui para servir como um exemplo de o que pode ser dito e feito durante o ritual, embora seguindo o formato sugerido. Os membros estão livres para usar esse roteiro palavra por palavra em seus próprios ritos, modifica-lo ou simplesmente usá-lo como uma fonte de inspiração.

Oração de abertura
“A terra fértil abaixo,
O mar azul ao redor,
O vasto céu acima,
As bênçãos deles aqui esta noite.”

“Hino para a Lua Nova” (Carmina Gadelica 303)
“Viva ti, lua nova,
Bela guia do céu;
Viva ti, lua nova,
Bela e nobre da graça.
Viva ti, lua nova,
Bela guia das estrelas;
Viva a ti, lua nova,
Bela amada de meu coração.
Viva a ti, lua nova,
Bela guia das nuvens;
Viva a ti, lua nova,
Bela e querida dos céus!”

Acendendo o Fogo
“Eu acenderei esse fogo nesta noite
Na presença da radiante Bríd³,
Chama dourada de nossa lareira e lar.
Que ela abençoe e guarde,
Esse fogo aquecedor,
Fogo da sabedoria,
Fogo de hospitalidade,
Que está aqui:
Ela, o ramo com flores,
Bríd das bochechas vermelhas.”
Saudação às Famílias
(acenda uma vela)
  
“Uma chama para os deuses está aqui,
Famílias excelentes,
Competentes em sabedoria e habilidade,
Esplêndida e árdua tropa,
Generosos patronos,
Fáilte4!”
(faça uma oferenda)
(acenda uma vela)

“Uma chama para os Ancestrais está aqui,
Para aqueles cujos túmulos nós descansamos,
E cuja fama buscamos seguir.
Uma luz para guiar seus caminhos
Através das brumas
De Tech Druinn.
Fáilte!”
(faça uma oferenda)
(acenda uma vela)

“Uma chama para o Povo Nobre está aqui,
Cidadãos auspiciosos e amigáveis,
Tropas da terra abundante,
Povo das colinas e montes,
Povo de Paz,
Fáilte!”
(faça uma oferenda)

“Viva e saudações
Aos Três que estão aqui,
Deuses excelentes,
Ancestrais amados,
Espíritos amigáveis;
As três chamas eternas
Que iluminam o mundo.”
(convide qualquer divindade ou espírito patrono da mesma forma)

Oferendas principais/Sacrifício
 (Faça uma oferenda aos Três acompanhada de sua própria oração, canção ou bênçãos.  Você pode desejar dizer algo como: )

 “Aos Três Sempre Vivos
Eu dou _
Em honra, em gratidão e em amor,
Honrando o antigo e ancestral
Contrato que nos liga.”
(faça a oferenda)

“Paz para o céu,
Céu para a terra,
Terra ao lado do mar,
Força em cada um.
Viva os Deuses,
Amor aos mortos,
Paz para o Bom Povo,
Cada um é nobre.”

Orações pessoais
(Faça suas orações pessoais aqui.)

Oração para a Gaol Naofa
 (Esta parte é quando as orações dedicadas ao bem estar geral dos membros e da organização como um todo são feitas. Você pode dizer algo como: )
“Antigos e nobres Três dos gaélicos, de sangue e contrato, Patronos ilustres; Famílias e progenitores! Guie, preserve e inspire nossa tribo, sustente-nos no mundo conforme reacendemos as brilhantes chamas ancestrais que iluminarão o caminho para o futuro. Em saúde, em honra, em coragem, em sabedoria, em justiça, em verdade, em verdade, enquanto caminhamos na luz do dia e pelas estradas com suas bênçãos  sobre nós e com a nossa vitória.”

Brinde
(Esta parte é destinada à um brinde comunitário entre os deuses e os indivíduos, e entre os membros.)
(Pegue uma taça, tigela, chifre ou qualquer outro recipiente e encha-o com uma bebida de sua escolha – hidromel, ale, leite, suco, água, etc., talvez – e levante o recipiente diante do altar: )
“Aos amados mortos!”
(libe e beba)
“Aos Deuses Excelentes!”
(libe e beba)
“Ao Povo Nobre!”
(libe e beba)
“À minha família!”
(libe e beba)
“À Gaol Naofa!”
(libe e beba)
“À saúde, sabedoria e prosperidade!”
(libe e beba)

Notas do tradutor:
1. Sugestão para as cores das velas: Branca para os Deuses, verde para os Espíritos da Natureza e Negra para os Ancestrais. A vela que representa a lareira poderá ser vermelha, aquelas velas grossas, estilo vela de sete dias.
2. Sugestão para as oferendas: Incenso para os Deuses, folhas, flores, pedras, etc. para os Espíritos da Natureza e uísque ou suco para os Ancestrais.
3. Ou Brigid (em irlandês) ou Breed (em manês), dependendo do contexto que você siga. Bríde é seu nome em escocês.
4. Expressão em Gaeilge (irlandês moderno) que significa “Bem vindo!”. Clique aqui para escutar a pronúncia.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário