domingo, 22 de setembro de 2013

A Bênção do Struan



A Bênção do Struan

Adaptado do hino 78 do Carmina Gadelica, volume I. A terceira estrofe foi retirada por ser impossível a adaptação.Struans são bolinhos feitos para a ocasião do festival de Mean Fomháir. Para mais informações, clique aqui.

“Cada aveia debaixo de meu teto,
Será misturada,
Em nome do Dagda,
Que as fizeram crescer.

Leite, ovos e manteiga,
O bom produto de nosso rebanho,
Não haverá escassez em nossa terra,
Nem em nossa casa.

Que seu santuário esteja ao nosso redor,
Proteja-nos do Olho Maligno, da inveja e da opressão.
Guarde-nos.

Consagre a produção de nossa terra,
Conceda prosperidade e paz,
Oh Dagda.

Dente-de-leão, alho suave,
Dedaleira, pastel [NT: Isatis tinctoria L.] e pinguícula,
As três linhas-de-ovelha,
E malmequer.

A cinza ‘cailpeach’ colhida,
O sete forcado sete vezes,
O teixo da montanha, a corada charneca,
E garança.

Colocarei água em tudo,
Em nome do bondoso Dagda.

Quando sentarmos
Para pegar nossa comida,
Eu vou jogá-las nas crianças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário