terça-feira, 19 de março de 2013

Ainge e Gaible


Ainge e Gaible

 Devido a uma goteira que acontecia em sua casa quando a maré estava alta, o Dagda fez para sua filha Ainge um grande barril de madeira, para que o barril não deixasse cair uma única gota no chão, porém, Ainge não ficou satisfeita com o barril que seu pai preparou para ela. Ainge então recolheu um feixe de galhos de cada tipo de árvore para fazer um barril para ela mesma, mas Gaible o Pálido, filho do deus Nuada (ou em alguns casos, de Ethedeon), quem amava muito Ainge, roubou os galhos e arremessou longe. No lugar onde os galhos caíram, cresceu uma linda floresta conhecida como “Floresta de Gaible”.

Fontes: GREGORY, Lady. “Gods and Fighting Men”, 1904. “Os Métricos Dindshenchas, Volume II”, traduzido e publicado por Edward Gwynn.

Nenhum comentário:

Postar um comentário