terça-feira, 19 de março de 2013

A Chegada dos Tuatha Dé Danann


A Chegada dos Tuatha Dé Danann

 Antes de chegarem na Irlanda, os Tuatha Dé Danann – uma tribo de deuses formidáveis associados às artes e ao conhecimento – viviam nas Ilhas ao norte do mundo. Lá, eles aprendiam com os mestres das quatro ilhas as artes, a magia e a feitiçaria. Na ilha de Falias, o feiticeiro-chefe era Morfesa, e de lá veio a Pedra de Fál, que agora está em Tara.
Esta pedra gritaria diante de cada rei da Irlanda. Em Gorias, o feiticeiro-chefe era Esras, e de lá, Lugh veio a Lança de Lugh. Nenhuma batalha seria perdida enquanto a tropa tivesse essa lança. Em Findias, o feiticeiro-chefe era Uiscias, e de lá veio a Espada de Nuada. Ninguém escapava de sua lâmina mortal. Em Murias, o feiticeiro-chefe era Semias, e de lá veio o Caldeirão do Dagda, o Caldeirão que jamais ficava vazio.

 Após ultrapassarem os feiticeiros-chefes das Ilhas no conhecimento, os Tuatha Dé Danann vieram para a Irlanda com uma grande frota de navios para tomar a ilha dos Fír Bolg, mais tarde, na Primeira Batalha de Moytura. Assim que chegaram em Corcu Belgatan, conhecida hoje como Conmaicne Mara, eles queimaram seus navios para que eles não pudessem voltar. Por essa razão, acredita-se que eles chegaram em nuvens de névoas. 

Fonte: Cath Maige Tuired, “A Segunda Batalha de Magh Tuired”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário